23/05/2008

ALEGRIA (Sítio da)

Capela de Nossa Senhora da Alegria
(Foto do autor)

ALEGRIA (Sítio da) - A Quinta e Capela de Nossa Senhora da Alegria, baptizou com o topónimo Alegria o sítio povoado, pertencente à Freguesia de São Roque do Funchal.
A Capela de Nossa Senhora da Alegria (a 523 metros de altitude), da Quinta deste nome, foi fundada em 1609 por Francisco de Abreu, «a qual se incorporou na casa Torre Bela», segundo o Elucidário Madeirense.
A Freguesia de São Roque do Funchal, anualmente no mês de Agosto, presta veneração a Nossa Senhora da Alegria, celebrando-se uma festa e romaria tipicamente madeirense.



Capela de Nossa Senhora da Alegria
(Brasão de Armas - Foto do autor)



Sítio da Alegria




Quinta e Capela de Nossa Senhora da Alegria
(Foto do autor)

Localizado a norte do centro da Freguesia de São Roque do Funchal, no denominado Lombo da Alegria, onde se prolonga por terrenos florestais pertencentes ao Montado do mesmo nome, faz estrema com o cognominado “tampão verde” (zona florestal protegida, que circunda o Concelho do Funchal). Os terrenos deste sítio são regados pela Levada da Serra.
Neste mesmo sítio, e próximo da Quinta de Nossa Senhora da Alegria, encontra-se uma importante infra-estrutura de abastecimento de água potável à cidade do Funchal - a Estação de Tratamento de Água da Alegria.



Quinta e Capela de Nossa Senhora da Alegria
(Vista da Freguesia de Nossa Senhora do Monte - Foto do autor)

A ETA da Alegria, faz parte do complexo “Sistema Adutor e de Tratamento dos Tornos”, que recebe águas da vertente norte da Madeira, que percorrem em canais (levadas) e túneis (furados), desde o Lombo do Urzal (Freguesia da Boa Ventura), passando pela Ribeira de São Jorge e Fajã da Nogueira, terminam na vertente sul, no sítio dos Tornos (Freguesia do Monte), e prosseguem pelo "túnel de adução" à ETA da Alegria, no Sítio da Alegria.
A Ribeira de Santa Luzia ou da Fundoa, como é conhecida localmente, recebe os excedentes de água deste sistema adutor, aumentando o seu caudal, fazendo recordar aos funchalenses que chove muito mais a norte da Ilha.



Sítio da Alegria
(Visto da Freguesia do Monte - Foto do autor)

Nota do Autor:

A recuperação e restauração, da Capela de Nossa Senhora da Alegria, constitui um verdadeiro exemplo da valorização do património histórico-cultural construído madeirense. Estão de parabéns os seus proprietários!


Bibliografia:

SERVIÇO Cartográfico do Exército (1974). Carta Militar. Serie P 821. Edição 1 - S. C. E. P. (Trabalhos de Campo de 1965). Lisboa.
SILVA, Padre Fernando Augusto da e MENESES, Carlos Azevedo de, (1984). Elucidário Madeirense. Fac-símile da edição de 1946. Secretaria Regional de Turismo e Cultura - Direcção Regional dos Assuntos Culturais. Funchal.
SILVA, Padre Fernando Augusto da (1934). Dicionário Corográfico do Arquipélago da Madeira. Edição do Autor. Funchal.
Link: Câmara de Lobos - Dicionário Corográfico.

Visualizações de páginas

Visitantes em online

Modified by Blogger Tutorial

Madeira Gentes e Lugares ©Template Nice Blue. Modified by Indian Monsters. Original created by http://ourblogtemplates.com

TOP