23/05/2008

AJUDA (Sítio da)

Capela de Nossa Senhora da Ajuda
(Foto do autor)

AJUDA - A Capela de Nossa Senhora da Ajuda, baptizou com o topónimo Ajuda, o sítio povoado pertencente à Freguesia de São Martinho, concelho do Funchal.
A Capela de Nossa Senhora da Ajuda, segundo o Elucidário Madeirense, foi «construída por Fernão Favila, na fazenda que possuía em São Martinho, instituindo nela a sede dum morgadio», […] «fidalgo da casa real e combateu valorosamente em Africa, estabelecendo-se depois nesta ilha, onde casou com Beatriz Pires».
Mais acrescenta o Elucidário que, «afirmam, porém, outros linhagistas que foi Antonio Favila, filho de Fernão Favila, o instituidor do morgado dos Piornais, com sede na capela da Ajuda, onde jaz sepultado, tendo falecido no mês de Outubro de 1545».
Recordamos que, numas casas contíguas à capela de Nossa Senhora da Ajuda, em Março de 1570, ficaram instalados de quarentena, «os padres Manuel de Sequeira, reitor do Colégio, Pedro Quaresma, professor de teologia moral, Belchior de Oliveira, para o desempenho das funções religiosas, o diácono Vasco Baptista, professor de latim e retórica e mais dois religiosos» vindos de Lisboa, «para a formação da nova comunidade» Jesuíta no Funchal, «em virtude de estar grassando a peste na capital» […] «onde permaneceram pouco mais dum mês», segundo o mesmo Elucidário.



Sítio da Ajuda - São Martinho - Funchal
(Foto do autor)

O sítio da Ajuda ou de Nossa Senhora da Ajuda localiza-se a Sul do centro da Freguesia de São Martinho, entre as águas do Atlântico e um cone vulcânico (o Pico da Cruz), que lhe faz resguardo aos ventos predominantes do quadrante norte. Faz fronteira pelo lado Este com o sítio da Casa Branca e pelo lado Oeste com o sítio dos Piornais. Os sítios do Amparo e Nazaré envolvem-no pelo Noroeste, Norte e Nordeste. Foi em tempos um sítio mergulhado na ruralidade onde imperava a agricultura nos viceiros e excelentes terrenos regados pela Levada dos Piornais.



Idem
(Foto do autor)

Presentemente o sítio da Ajuda, urbanizou-se e transformou-se numa nova centralidade da cidade do Funchal. Restam hoje as vivendas e as quintas com os seus jardins e hortas para recordar esse tempo.




Idem(Foto do autor)




Bibliografia:

 
SERVIÇO Cartográfico do Exército (1974). Carta Militar. Serie P 821. Edição 1 - S. C. E. P. (Trabalhos de Campo de 1965). Lisboa.
SILVA, Padre Fernando Augusto da e MENESES, Carlos Azevedo de, (1984). Elucidário Madeirense. Fac-símile da edição de 1946. Secretaria Regional de Turismo e Cultura - Direcção Regional dos Assuntos Culturais. Funchal.
SILVA, Padre Fernando Augusto da (1934). Dicionário Corográfico do Arquipélago da Madeira. Edição do Autor. Funchal.

Visualizações de páginas

Visitantes em online

Modified by Blogger Tutorial

Madeira Gentes e Lugares ©Template Nice Blue. Modified by Indian Monsters. Original created by http://ourblogtemplates.com

TOP