04/04/2008

ÁGUA DE ALTO (Sítios de)

Próximo do sítio de Água de Alto - Faial
(Foto do autor)


ÁGUA DE ALTO - Na Madeira, existem eloquentes quedas de água em ribeiros e ribeiras com declive acentuado, oriundas dos pontos mais elevados onde se admiram vistas extensas e variadas, de uma beleza inexcedível. Ocorrem geralmente nos leitos de profundos e apertados vales, são bastante numerosas e de caudais muito abundantes no Inverno. Quando as vemos e as admiramos de perto, logo nos ocorre a expressão versus imagem, que a água vem do alto. Com igual cenário e sentimento se defrontaram os primitivos povoadores desta ilha atlântica.



Lombo do Galego e Água de Alto - Faial
(Foto do autor)


Os vocábulos água de alto interpretam e substantivam lugares onde existem cursos de água vindos do alto, e converteram-se em topónimo. Neste contexto e com estas particularidades, são conhecidos pelo topónimo de Água de Alto, um sítio na Freguesia do Faial e outro na Freguesia de São Vicente, ambos localizados na vertente norte da Madeira. Desconhecemos se os mesmos topónimos nos Açores e em Portugal continental, terão a mesma acepção.



Idem - Foto anterior
(Foto do autor)




Quedas de Água



Das inúmeras Quedas de Água existentes na Ilha da Madeira, as mais conhecidas segundo o Elucidário Madeirense, são as seguintes: a do Eiró, perto da Fajã dos Padres; a do Ribeiro da Lombada do Esmeraldo; a do Ribeiro de São Tiago, perto da Ponta do Sol; a do Ribeiro do Ledo, perto do Loreto; a do Paul do Mar; a de um dos afluentes da Ribeira do Tristão; a da Ribeira de João Delgado (Véu da Noiva), perto do Seixal; as da Ribeira do Inferno; a de Água de Vento, no Seixal; as do Poço das Cales, Poço da Furna, Poço Pulido e Poço do Passassol, no vale de São Vicente; a do Risco, no Rabaçal; as das proximidades do Serrado das Ameixieiras; a da Madre de Água, na Ribeira de Santa Cruz; as do Caldeirão Verde, do Silveira, do Lombo e outras na Ribeira de São Jorge ou proximidades dela; as da Ribeira de João Gomes; as da Ribeira de Santa Luzia, a maior das quais é a do Poço do Cabo da Ribeira; a do Ribeiro do Pisão, no Monte; e a do Ribeiro e da Laje, além do Ribeiro Frio.
*
Alguns exemplos:


Água de Alto ou Água d’Alto
(São Vicente - foto do autor)

Véu da Noiva - Seixal
(Foto do autor)

Idem, foto anterior
(Foto do autor)
Seixal(Foto do autor)

Ribeira das Cales - Monte
(Foto do autor)

Afluente da Ribeira Seca ou do Faial(Foto do autor)

Ribeiro Frio
(Foto do autor)

Ribeira Funda
(Junto à Estrada da Meia Légua Ribeira Brava - Foto do autor)




Bibliografia:

 
PIO, Manuel Ferreira (1974). O Concelho de Santana: Esboço Histórico. Editorial Eco do Funchal. Funchal.
SERVIÇO Cartográfico do Exército (1974). Carta Militar. Serie P 821. Edição 1 - S. C. E. P. (Trabalhos de Campo de 1965). Lisboa.
SILVA, Padre Fernando Augusto da e MENESES, Carlos Azevedo de, (1984). Elucidário Madeirense. Fac-símile da edição de 1946. Secretaria Regional de Turismo e Cultura - Direcção Regional dos Assuntos Culturais. Funchal.
SILVA, Padre Fernando Augusto da (1934). Dicionário Corográfico do Arquipélago da Madeira. Edição do Autor. Funchal.
VELOSA, Manuel Teixeira Velosa, e VELOSA, Virgínia Sousa Filipe, (2000). Faial - Memórias de uma Freguesia. Editorial Calcamar - Lugares Pitorescos - 2. Funchal.

Visualizações de páginas

Visitantes em online

Modified by Blogger Tutorial

Madeira Gentes e Lugares ©Template Nice Blue. Modified by Indian Monsters. Original created by http://ourblogtemplates.com

TOP