25/12/2008

ARREBENTÃO (Sítios, lugares e caminhos do)

Caminho do Arrebentão - Machico
(Foto do autor)


ARREBENTÃO - Segundo o Padre Fernando Augusto da Silva, no seu opúsculo “Vocabulário Madeirense”, editado em 1950, pela Junta Geral do Funchal, arrebentão ou rebentão, é um «trecho de estrada muito declivosa e de extenuante subida». Por outro lado, o Dicionário de Língua Portuguesa, 6.ª Edição, da Porto Editora, define rebentão no sentido figurativo como uma «ladeira muito íngreme». O vocábulo arrebentão no mesmo dicionário tem uma descrição diferente. Segundo este, arrebentão é o mesmo que rebentação, e significa «o quebrar das ondas, aparecimento de botões ou gomos nas plantas», que efectivamente nada tem a ver com o «trecho de estrada muito declivosa e de extenuante subida», que arrebentava ou rebentava com os caminhantes pelas subidas e descidas das veredas, das estradas e dos caminhos, que ainda hoje serpenteiam a intrincada orografia madeirense.


Arrebentão - Machico
(Foto do autor)

Na Madeira, o vocábulo arrebentão entrou em desuso, mas continuou na toponímia. Por este topónimo foram denominados sítios, lugares e caminhos, onde têm todos um "denominador comum" - um determinado trajecto - com uma descida ou subida acentuada e extenuante. Assim, são conhecidos pelo topónimo de arrebentão, esses mesmos sítios, lugares e caminhos das freguesias, de Nossa Senhora do Monte, de Machico, da Ponta do Sol, e de um lugar nas Achadas da Cruz.
Desconhecemos se o mesmo topónimo nos Açores e em Portugal continental, terá a mesma acepção, que na Madeira. Tudo "indica" que sim!


Caminho do Arrebentão - Nossa Senhora do Monte
(Levada das Cales - Foto do autor)

Arrebentão - Nossa Senhora do Monte
(Foto do autor)


Arrebentão - Ponta do Sol
(Junto ao Paul da Serra - Foto do autor)

Serras, Ponta do Pargo e Achadas da Cruz
(Foto do autor)


Santo António da Serra - Ribeira de Machico
(Foto do autor)





Bibliografia:

 
COSTA, J. Almeida e MELO, A. Sampaio (1990). Dicionário da Língua Portuguesa. Dicionários “Editora”. 6.ª Edição. Porto Editora Lda. Porto.
SERVIÇO Cartográfico do Exército (1974). Carta Militar. Serie P 821. Edição 1 - S. C. E. P. (Trabalhos de Campo de 1965). Lisboa.
SILVA, Padre Fernando Augusto da e MENESES, Carlos Azevedo de, (1984). Elucidário Madeirense. Fac-símile da edição de 1946. Secretaria Regional de Turismo e Cultura - Direcção Regional dos Assuntos Culturais. Funchal.
SILVA, Padre Fernando Augusto da (1934). Dicionário Corográfico do Arquipélago da Madeira. Edição do Autor. Funchal.
SILVA, Padre Fernando Augusto da (1950). Vocabulário Madeirense. Edição da Junta Geral do Funchal. Funchal.

Visualizações de páginas

Visitantes em online

Modified by Blogger Tutorial

Madeira Gentes e Lugares ©Template Nice Blue. Modified by Indian Monsters. Original created by http://ourblogtemplates.com

TOP